4 passos para entender o perfil do seu eleitorado

Em meio ao cenário de pandemia causado pelo corona vírus, as eleições municipais marcadas para 2020 atravessam uma discussão que nos leva à incerteza de suas realizações. No entanto, é importante ter em mente que para se candidatar é necessário compreender com quem você estará lidando. Logo, conhecer bem o seu eleitorado é fundamental, sendo o ponto de partida para o candidato conseguir traçar suas estratégias, não só de campanha eleitoral (comunicação durante um período de tempo determinado) mas também de marketing político (estabelecimento de uma comunicação contínua, não só durante o período da campanha). Nesse sentido, a Orbe Consultoria Internacional pensou em 4 passos para você entender o perfil do eleitorado do seu município.



1. Saiba quais são as características do eleitorado No Brasil, de acordo com dados divulgados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sobre as eleições de 2018, mais da metade do eleitorado brasileiro é do gênero feminino, compondo 52,5% nas últimas eleições. A faixa etária de maior peso no Brasil é a de 35-39 anos, que compõe 11% dos eleitores. Assim conseguimos visualizar o eleitorado de modo geral, mas ao se tratar de eleições municipais, temos que ir mais afundo sobre o eleitorado específico daquele município. De início, algumas das características principais que o candidato deve se perguntar sobre o seu público são:


  • O grau de instrução: quem pode te eleger possui o ensino superior incompleto, fundamental completo, lê e escreve ou é analfabeto?

  • O Estado Civil: está solteiro, casado, divorciado?

  • Deficiência: possui algum tipo de deficiência? Visual, auditiva, ou de locomoção?

  • Gênero: qual o gênero do seu eleitor? Masculino, feminino?

  • Faixa etária: em qual a faixa etária seu eleitor está incluso? Ele é jovem, adulto, idoso?

2. Estude o contexto no qual ele está inserido Um eleitorado naturalmente se encontra em um município, nesse município podemos identificar diversas realidades. É essencial ter a visão do contexto no qual os cidadãos se encontram. Eles podem fazer parte do perímetro urbano, dentro deles, podem-se ocupar os bairros centrais ou periféricos. Isso naturalmente implica em uma esfera social e econômica da qual ele faz parte. Com isso, compreender o perfil da cidade no qual você lançará sua candidatura torna-se uma consequência, pois ela é, por si só, o contexto do seu eleitorado. Quais são as necessidades do eleitorado naquele município? Quais os problemas cotidianos que ele enfrenta? Entender isso é fundamental.

3. Procure entender como seu eleitorado se comporta O comportamento do eleitorado pode ser influenciado por diversos fatores. Uma análise comportamental pode abordar por exemplo, a dimensão emocional, questões políticas ou questões relacionadas à imagem do candidato. A dimensão emocional pode abranger alguns sentimentos afetivos que são possivelmente despertados pelo candidato, como o senso de responsabilidade, patriotismo, ou esperança. As questões políticas dizem respeito às considerações do eleitor em relação à política externa, econômica e social. Além disso, fatores ligados à imagem que o candidato transmite (carisma, seriedade, integridade, etc) pode influenciar o comportamento de um eleitorado.

4. Saiba se o seu eleitorado está presente digitalmente Também vale lembrar que para além da esfera psíquica, que abarca traços de personalidade, os eleitores demonstram seu comportamento com a presença online, compondo o universo digital. Portanto, compreender onde eles estão conectados na internet é de suma importância para traçar uma estratégia comunicativa e de contato online com o seu público, levando em conta a popularização dos smartphones no Brasil e o tempo gasto nas redes sociais.


Se você está interessado em realizar uma análise bem estruturada e um planejamento de qualidade, agende já o seu diagnóstico gratuito com a Orbe Consultoria Internacional. Conheça mais sobre o Guia do Candidato e otimize o seu desempenho!


Fontes: Fucape | TSE



Agende um diagnóstico gratuito!

arrow&v
arrow&v

© 2020 | Empresa Júnior de Relações Internacionais da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Franca, São Paulo.