A exportação do açaí e seu recente crescimento no cenário internacional

O açaí é uma fruta com origem na Amazônia. Seu desenvolvimento ocorre nas áreas de várzea Amazônica, com destaque no estado do Pará. Nas últimas décadas a fruta passou a ganhar destaque pelo seu valor energético e vitamínico. O que junto ao seu sabor delicioso, atraem interesse internacional para a fruta. A qual se tornou uma iguaria comparável ao cacau. E assim vem conquistando cada vez mais espaço no cenário internacional e gerando muita curiosidade a respeito da sua exportação. Tem interesse em exportar açaí? Entenda o sucesso da fruta e saiba como exportar:


O mercado atual de açaí


A grande versatilidade do açaí proporciona uma vasta gama de opções para seu consumo (pasteurizado, sucos, sorvetes, geleias, com cereais, com frutas, bombons, pudins, doces, vitaminas, em pó, cremes, tortas, etc.). Além da sua utilização para fabricação de corantes naturais, bebidas isotônicas e refrigerantes. Por isso existe uma grande demanda do produto. A qual possibilita a sua exportação em diversas formas, sendo a polpa a líder no comércio interestadual e na exportação.


Os dados disponíveis no MDIC a respeito do açaí fazem parte de um grupo que abrange frutas, sucos de frutas e polpas. Entre 2010 e 2016 apenas o estado do Pará, sozinho, exportou produtos de tal conjunto para 33 países diferentes, com um total de 30.013,5 toneladas. Sendo que de tal grupo, a polpa do açaí é o produto de maior quantidade, representando em torno de 87% destas exportações entre os anos de 2013 e 2014. Durante esse mesmo período as exportações do Pará sofreram um aumento de 19 vezes em seu montante de frutas e sucos, e seu volume cresceu 17 vezes.


Os maiores importadores nessa categoria de produtos paraenses são: Estados Unidos, Japão, Austrália, Alemanha, Reino Unido e Porto Rico, e o mercado consumidor dessa fruta se estende até alguns países da Ásia. Porém as exportações são muito concentradas, em 2015 90% delas foram para o Japão e Estados Unidos.


Algumas empresas exportadores de açaí que atuam nos Estados Unidos e Europa têm perspectiva de que o número de países que possuem demanda da fruta tende a se expandir. Porque apesar do grande crescimento recente, apenas 10% do açaí produzido no Pará é exportado, 60% continua dentro do estado e os outros 30% são comercializados de maneira interestadual. Apenas os estados de São Paulo e Rio de Janeiro consomem juntos 650 toneladas de polpa, e mais mil toneladas de mix com guaraná e granola.


Devido ao grande crescimento e expansão do açaí, atualmente existem diversos benefícios promovidos por instituições do governo para contribuir com a produção desta fruta. Dessa maneira o momento atual representa uma grande oportunidade para deixar de exportar apenas produtos semielaborados, e passar a exportar produtos acabados com alto valor agregado. Isso porque o principal derivado do açaí exportado é a polpa, porém é nos Estados Unidos onde ocorre a produção de mercadorias de alto valor, inclusive do açaí. Por exemplo, no ano de 2010 a agregação de valor a esse produto nos EUA foi de 600%.



Como inserir-se no mercado internacional de açaí:


É notável que o consumo de açaí está em expansão, tanto dentro quanto fora do Brasil. Ainda assim existe muito espaço a ser conquistado por essa fruta. Porém com tantos países importando como saber para onde exportar? Em que países investir? Em qual mercado consumidor esse produto vai se adequar melhor? Como fazer essa exportação? Quais são os problemas burocráticos?


Se você tem interesse em exportar, porém tem alguma dessas dúvidas entre em contato conosco. A Orbe Consultoria Internacional possui 17 anos de experiência em exportação. Através dos nosso serviço de Identificação de Mercado, indicamos os melhores países para a inserção do seu produto, inclusive do açaí. Além dos nossos outros serviços: Análise Burocrática, Estudo de Mercado e Contatos Estratégicos, os quais auxiliam em todos as demais questões citadas e muitas outras.


Fontes: Exportações de polpa de açaí do estado do Pará | Comex do Brasil




Agende um diagnóstico gratuito!

arrow&v
arrow&v
arrow&v
arrow&v

© 2020 | Empresa Júnior de Relações Internacionais da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Franca, São Paulo.