© 2016 | Empresa Júnior de Relações Internacionais da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Franca, São Paulo.

Influência da Cultura na embalagem de Chocolate | Orbe Consultoria Internacional

Atualizado: Jan 18


Além de ser um elemento significativo no processo de comercialização e exportação de produtos - estima-se que 80% das mercadorias são embaladas de alguma maneira -, as embalagens podem ser interpretadas como ferramenta de marketing, pois atendem um conjunto complexo de demandas sociais e mercadológicas. No âmbito internacional, a indústria de embalagens representa aproximadamente 2% do PIB dos países de todo o mundo, movimentando anualmente US$500 bilhões. As grandes empresas do ramo junto aos fornecedores de componentes de embalagens, empresas logísticas, especialistas em marketing e design de produto e pesquisadores se mobilizam em prol da estruturação de padrões e tendências internacionais de qualidade, design e usabilidade.


Apesar dos fatores relacionados à estética possuírem grande relevância na elaboração de embalagens, sua metodologia de desenvolvimento deve analisar diferentes variáveis. Deve-se estudar aspectos técnicos como matéria-prima, produção, funcionalidade, durabilidade e impacto ambiental junto às particularidades mercadológicas, moldadas por coeficientes culturais, tais como valores, nível de desenvolvimento econômico e tecnológico, hábitos, preferências, entre outros. Ademais, questões regulatórias como certificações e regulamentações são indispensáveis para a promoção bem-sucedida do produto em novos

mercados.


Ao reconhecer os aspectos culturais do público-alvo, essas partículas devem ser abordadas de modo que a identidade da empresa esteja alinhada à do consumidor. A exploração de cores, formas e sua disposição contribuem no delineamento do conceito que a empresa deseja transmitir e incita sua interiorização, fundamentando o vínculo entre o comprador e o produto. Desta forma, pode-se dizer que a cultura reflete diretamente na configuração da embalagem.


Neste contexto, o consumidor brasileiro é o mais influenciado. Estudos indicam que cerca de 81% das decisões de compra são pautadas na embalagem. Devido à crescente competitividade do mercado internacional, a inovação das embalagens é uma estratégia chave, utilizada para cativar os clientes através da comunicação direta, que estimula o interesse por meio da identificação, de modo a conduzi-lo a comprar não pelo preço, mas pelo valor entregue pela marca.


Quer conhecer mais sobre o mercado de chocolates? Acesse aqui!