A Exportação Brasileira de Peixes em Crescimento

Atualizado: Ago 17

O Brasil se destaca na exportação de carne de frango, suína e bovina, mas você sabia que a piscicultura vem crescendo nos últimos anos e a exportação de peixes ganha cada vez mais espaço? A partir de 2017 ocorreu um aumento de 8% em relação ao ano anterior, totalizando em 691 mil toneladas de peixes. Apesar disso, ao analisar o consumo desse setor, é constatado uma defasagem em relação às outras carnes do mercado, especialmente no Brasil, em que se consome menos de 10 kg ao ano por pessoa, enquanto a média mundial para a carne de peixes é de 19,7 kg.


Além disso a aquicultura, ciência que estuda a vida e reprodução de organismos aquáticos, vem ganhando força no Brasil e no mundo, possibilitando melhorias na criação e qualidade da carne para consumo interno e externo. Dessa forma, a piscicultura pode continuar ganhando destaque dentro e fora do país. Por isso, é necessário analisar quais são as regiões mais propícias para receber o produto e como inseri-lo no mercado.


A tilápia em destaque

Entre 2013 e 2017 a tilápia aumentou sua participação na produção da aquicultura brasileira de 36% para 52%, tornando-se ainda maior quando excluído outros tipos de organismos aquáticos e considerando apenas os peixes, subindo para 58,4% do total. No ano de 2019 a venda desse peixe aumentou cerca de 110% em relação ao ano anterior.


Até 2017 lideravam na produção da tilápia os estados do Paraná, São Paulo e Minas Gerais, representando respectivamente, em toneladas, à 91 mil, 42 mil e 28 mil. Porém, o Mato Grosso do Sul tem se mostrado cada vez mais participativo na economia e em 2019 superou os estados citados acima com 901 toneladas inseridas no cenário internacional, o que representa cerca de 85% de toda a exportação do país. Em relação ao ano anterior, houve um aumento de 26% no faturamento para o estado na liderança. Os números são ainda mais surpreendentes quando comparados ao panorama nacional, uma vez que só o MS proporciona 94,7% do faturamento anual, que corresponde a 5,2 milhões de dólares dos 5,6 milhões totais.



Panorama internacional do comércio de carne de peixe

O maior importador de carne de peixe, especialmente de tilápia, é os Estados Unidos. Sua importação equivale a 97% de todo o mercado, tendo como fornecedores principalmente os países asiáticos. Porém, nos últimos anos a produção asiática vem sofrendo uma queda em sua produção, dando espaço para novos exportadores.


Por sua vez, o Brasil, quando comparado aos demais países exportadores não se destaca na produção de peixes, especificamente de tilápia, uma vez que há um alto custo envolvido. Mas recentemente, a iniciativa do setor privado, em parceria com o governo, vem oferecendo incentivos que visam aumentar a produção, e assim a exportação, da tilápia por meio do Drawback. Essa ação conjunta pode ser um caminho para aumentar a economia brasileira nesse setor.



Então, ficou Interessado nas oportunidades internacionais de mercado?

A Orbe Consultoria Internacional tem uma série de serviços que são desenvolvidos para facilitar, ampliar e conquistar novas fronteiras para o seu produto. Venha conhecê-los, amplie seus horizontes com a exportação. Agende uma reunião de diagnóstico, é gratuita!


Aproveite e fique um pouco mais! Com 17 anos experiência, a Orbe Consultoria Internacional vem se renovando constantemente, conheça nosso materiais gratuitos para tirar dúvidas sobre todo o processo de exportação.


Fontes: O Correio News | Eco Farm | Feed Food | Peixe Br



Agende um diagnóstico gratuito!

arrow&v
arrow&v
arrow&v
arrow&v

© 2020 | Empresa Júnior de Relações Internacionais da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Franca, São Paulo.