top of page
Business%20Colleagues_edited.jpg
  • Foto do escritorOrbe

Exportação de milho no Brasil: entenda mais sobre essa atividade no cenário brasileiro.



Panorama brasileiro

Nas últimas décadas, o Brasil se estabeleceu como um dos principais players globais no mercado de exportação de milho, desempenhando um papel crucial no abastecimento mundial desse grão fundamental para a alimentação humana e animal, bem como para a indústria de biocombustíveis.


Em 2021, o país registrou um expressivo aumento na receita gerada por essa commodity, atingindo a marca de US$ 4,2 bilhões com a exportação de 20,49 milhões de toneladas de milho. No ano subsequente, os números surpreenderam ainda mais, com os embarques praticamente dobrando e alcançando um recorde de 43,17 milhões de toneladas de milho exportadas, o que resultou em um faturamento triplicado de US$ 12,3 bilhões.


De acordo com estimativas da consultoria AgRural e do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), é previsto que o Brasil assuma a liderança como o principal exportador global de milho em 2023. As projeções indicam um aumento significativo de 10% em relação ao volume do ano anterior, demonstrando a ascensão do Brasil como um protagonista-chave no comércio internacional de milho.

O sucesso notável das exportações de commodities do Brasil, sobretudo o milho, está intrinsecamente relacionado à sua crescente influência no mercado internacional, impulsionada pela aprimorada competitividade da Região Norte em relação às demais, notadamente o Sudeste. Esse aumento na competitividade foi viabilizado através da construção de novas infraestruturas portuárias de uso privado ao longo da Bacia Amazônica e da consolidação de importantes acordos comerciais com a China.


Brasil: o maior exportador

Em um cenário global em constante evolução, o Brasil solidificou sua posição como o terceiro maior exportador mundial de produtos agrícolas. Destacando-se como líder na comercialização de itens como suco de laranja, soja, café, açúcar, carne bovina e de frango, o país tem demonstrado sua expertise e capacidade de atender à demanda global por alimentos e matérias-primas de alta qualidade.


O Brasil, uma potência sul-americana, está consolidando seu potencial exportador de milho graças à crescente demanda da China, que busca reduzir sua dependência do mercado norte-americano, diversificando suas fontes de suprimento. Com a guerra em curso no Leste Europeu afetando o comércio da Ucrânia, que é o quinto maior produtor de milho do mundo, o mercado brasileiro está experimentando um crescimento ainda mais significativo.


De acordo com as previsões da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a produção de milho no Brasil está a caminho de atingir quase 130 milhões de toneladas métricas, estabelecendo um recorde histórico e alcançando a marca de 50 milhões de toneladas métricas em exportações pela primeira vez. Essa conquista reflete o papel crescente do Brasil como um fornecedor confiável de commodities agrícolas em um mercado global em constante evolução.


As perspectivas para a segunda safra de milho no Brasil se mostram extremamente promissoras, seguindo a eficiência produtiva da primeira safra. Estamos prevendo um aumento impressionante de 6,6% na produtividade e um incremento notável de 10,6% na produção em comparação com os números anteriores.


Além disso, a Conab destaca que a demanda pelo milho brasileiro permanecerá alta. Isso se deve à escassez de milho no mercado internacional, e à qualidade superior do produto, resultado de significativos investimentos científicos realizados pela Embrapa. Neste ano, a Embrapa lançou com sucesso um milho transgênico completamente desenvolvido no Brasil, o que fortalece ainda mais nossa posição no mercado global.

Como a Orbe pode te ajudar?

A Análise Burocrática é uma das soluções oferecidas pela Orbe para tornar o processo de exportação mais prático, seguro e confiável. Com esse serviço, o grupo de especialistas da Orbe organizará, listará e simplificará todos os documentos, restrições, subsídios e outros processos legais necessários para a exportação, de acordo com o tipo de produto do cliente e com o país de destino. Isso será organizado em um modelo "passo a passo" e dividido em duas partes: as questões burocráticas dentro do Brasil e as questões relacionadas ao país de destino. Dessa forma, sua empresa terá clareza do que fazer e poderá organizar a parte logística da melhor forma.


Devido à quantidade e diversidade de trâmites para exportar, é muito importante ficar atento a todas as necessidades e contar com quem possui conhecimento sobre o assunto.


Questões envolvendo embalagens, transportes e normas de venda do país de destino também devem ser analisadas na hora de realizar uma exportação, principalmente por empresas de pequeno e médio porte. Para isso, o cliente da Orbe também poderá contar com outros tipos de serviços para concluir uma venda segura, efetiva e lucrativa.

Além das questões estratégicas que identificarão grandes oportunidades, nossos outros serviços empresariais garantirão ao cliente tudo que ele precisa para começar do zero e se tornar uma empresa internacional.


Interessou-se pelas nossas soluções? Clique em "falar com especialista" para saber mais sobre nossos serviços e marcar um diagnóstico!






Comments


bottom of page