O que são cidades-irmãs?

Atualizado: Mai 8

O conceito moderno de cidades-irmãs surgiu em 1947, com o intuito de fomentar a amizade, paz e cooperação entre diferentes culturas, principalmente culturas que estavam em frontes opostos poucos anos antes, na Segunda Guerra Mundial. Com a intensificação da globalização a partir da década de 1990 e começo da de 2000, o conceito começou a ser usado cada vez mais para promover cooperação estratégica entre as cidades em internacionalização de negócios.


O que são as cidades-irmãs?

Cidade-irmã é uma designação mais adotada nas Américas, sendo conhecida na Europa como Geminação de Cidades. Estes nomes são dados a um conceito muito singular, que tem como seu ponto principal a criação de mecanismos de cooperação internacional entre cidades, visando expandir a nível econômico, cultural e político a relação entre ambas. Através dessa relação, cidades de diferentes regiões do globo podem se conectar. Com frequência, ao em contato uma com as outras, as cidades-irmãs se apresentam trazendo as suas semelhanças, como a demografia e a formação histórica, a fim de estabelecerem um laço duradouro.


Qual é o principal fundamento do irmanamento de cidades?

O principal fator global ao qual as cidades-irmãs se fundamentam é o conceito de correspondência. Este conceito é percebido na rede mundial, em que cidades formam um conjunto e, dentro deles, estabelecem acordos de intercâmbio cultural e de partilha de conhecimento, ensino (estudantes) e políticas empresariais, além de outras atividades.


A cidade de São Paulo, por exemplo, além de ser uma cidade global, ter um posicionamento estratégico na América do Sul, apresentar enormes desafios de infraestrutura e ter um desenvolvimento econômico-financeiro que a destaca, apresenta uma série de cidades-irmãs. A maior parte destas cidades são americanas, assim como as de outras capitais brasileiras. Há uma relação com Houston no que diz respeito a energia, com Portland no que se refere a crescimento sustentável, com Miami em relação ao turismo e com Nova York por serem centros financeiros.


Como ocorre o irmanamento de cidades?

O irmanamento se deriva da paradiplomacia, ou seja: da relação diplomática entre unidades subnacionais, neste caso, as cidades. Dessa forma, o irmanamento ocorre quando duas cidades realizam acordos paradiplomáticos para cooperarem em uma área de interesse mútuo. Para esse acordo ser concretizado, é seguido um longo processo de aproximação entre as duas culturas, com visitas entre as duas cidades e celebrações em conjunto.


Como posso conseguir uma cidade-irmã para a minha cidade?

Felizmente, para que você e sua cidade passem por todo esse processo sem maiores complicações, existem serviços de consultoria internacional que podem escolher uma cidade-irmã realizar todo o processo. A Orbe Consultoria Internacional oferece o serviço Internacionalização Municipal, que pode tando adquirir uma cidade-irmã, quanto inserir sua cidade em uma rede de cidades

Fontes: CNM | Sister Cities International | Secretaria de Relações Internacionais de São Paulo | City of Inverness Town Twinning Committee | L'Association des Communes Jumelées du Limousin

Agende um diagnóstico gratuito!

arrow&v
arrow&v
arrow&v
arrow&v

© 2020 | Empresa Júnior de Relações Internacionais da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Franca, São Paulo.