Problemáticas e soluções na exportação de pães, massas e bolos

Está pensando em exportar pães, massas e bolos industrializados para o exterior, mas tem medo dos problemas que pode encontrar no meio do caminho? Fica tranquilo! Aqui vamos expor tudo que você precisa saber para não ser pego de surpresa e ainda trataremos de te ajudar a solucionar as problemáticas!


Assuntos que são muito falados quando se trata de exportação, são as barreiras tarifárias e não tarifárias. Existem muitos meios de uma nação aplicar o famoso “protecionismo” em defesa do mercado interno. Infelizmente essa ferramenta acaba prejudicando no processo de exportação das indústrias e empresas interessadas em se expandir. As barreiras não tarifárias em sua maioria das vezes estão relacionadas com a parte regulatória do tipo do produto no país a ser exportado. Existe uma serie de regulamentações que os países impõem em favor da própria proteção da sociedade civil. Um claro exemplo desse tipo de problemática é o caso do Japão que dificulta a exportação de massas que usam determinados tipos de conservantes. Outro exemplo é a própria União Europeia que não permite a importação de pão de queijo devido ao princípio de prevenção, pois o Brasil não é uma zona declarada livre de brucelose e tuberculose. A União Europeia possui uma tolerância de até 20% de lactose em seus produtos, por isso é importante estar a par dessas questões, pois a adaptação é um ponto chave para o caminho que pode ser seguido. Além desses entraves, as barreiras tarifárias também são um pesadelo para aqueles que desejam exportar. Como por exemplo, a África do Sul aplica taxas de 20% a 40% em biscoitos, pães e bolos industrializados advindos do Brasil. Mas o que fazer quando se deparar com essas barreiras?


Soluções

O próprio governo federal criou um sistema eletrônico de monitoramento de Barreiras às exportações brasileiras, chamado “SEM Barreiras”. Essa ferramenta pretende aumentar o acesso das exportações brasileiras a mercados estrangeiros, reduzindo ou removendo os entraves comerciais existentes. Para isso, as empresas usam o site como uma plataforma de comunicar suas dificuldades com relação às problemáticas. Além disso, o setor privado pode monitorar as ações realizadas pelo governo com relação ao ponto apresentado.


Além disso, o website ePingalert é uma ótima plataforma de discussão entre o setor privado e o governamental sobre regulamentações já existentes e as que estão sendo implementadas. É um ótimo meio para o diálogo e para lutar a favor ou contra as implementações regulatórias, dependendo do que for mais conveniente a sua empresa.

Para além desses mecanismos de comunicação, troca e ajuda entre diversos setores da sociedade existe também as associações que servem justamente para conquistar benefícios e desenvolvimento mútuo para o segmento que representam. Para esse setor que aborda o artigo, a Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães e Bolos Industrializados é uma ótima aliada.


Problemáticas internas ao produto

Apesar de pães, massas e bolos estarem imersos dentro do universo de produtos não perecíveis, muitas empresas encontram dificuldade com prazo de validade nesse setor para poder exportar. Nesse ponto, produtos que possuem 3 meses de prazo de validade são considerados fracos e sem durabilidade. Dessa forma, é importante olhar para tais aspectos e procurar modos de aumentar o tempo de validade do produto. Para isso, muitas empresas usam máquinas a vácuo que aumenta o prazo de validade em até 10 vezes. Outra opção é o ultra congelador que é capaz de congelar os produtos em 1h, interrompendo quase imediatamente o crescimento bacteriano e as reações químicas dos alimentos, aumentando consequentemente no tempo de validade do produto.


Como pode ser visto, existem muitas problemáticas no processo de exportação que podem desanimá-lo no meio do caminho. Mas saber da existência delas já é o primeiro passo para dar continuidade ao processo! Dessa forma, é importante conferir quais são as restrições exigentes, sejam barreiras tarifárias ou não tarifárias ou sejam questões logísticas do próprio produto. Não se preocupe! A Orbe – Consultoria Internacional pode te ajudar a resolver todos esses passos, sem preocupações! Nosso produto de “Análise Burocrática” surgiu justamente para sanar problemáticas relacionadas às barreiras que encontrará no processo burocrático. Além disso, podemos até mesmo descobrir quais países o seu produto teria vantagens para se inserir!


Para saber mais, entre em conato conosco!


Fontes: Suno Notícias | Mais Retorno | Folha de SP | Grupo Flipper | UFG | Prática | Biz Brazil | Prefeitura Lorena | GS1




Agende um diagnóstico gratuito!

arrow&v
arrow&v
arrow&v
arrow&v

© 2020 | Empresa Júnior de Relações Internacionais da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Franca, São Paulo.